Notícias Detalhes
Carros zero e usados em alta no mercado

Carros zero e usados em alta no mercado

18.05.2018

Boas taxas de juros e maior confiança dos consumidores na economia são alguns dos fatores que motivaram a retomada do setor automotivo no país. Numa tendência diferente à dos últimos dois anos, os primeiros quatro meses de 2018 registraram mais de 630 mil unidades vendidas um aumento de 20,45% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) e refletem também um crescimento do total de crédito para financiamentos.

Para o economista da IBMEC Gilberto Braga, a retomada do mercado automotivo fez o consumidor, mais contido nos últimos anos por conta da crise, demonstrar interesse novamente em trocar de carro. “O proprietário que trocava esse bem de dois em dois anos esperou o momento positivo do mercado para poder fazer uma nova transação. Então, isso movimenta o mercado de maneira geral”.

O montante liberado para financiamentos também ficou maior. É o que demostram dados da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (ANEF). Foram liberados, no primeiro trimestre deste ano, R$ 28,6 bilhões, o maior acumulado dos últimos cinco anos.

 “Historicamente, a venda financiada sempre foi a opção mais utilizada na hora de comprar um carro. Por ser um bem de valor, dificilmente os interessados dispõem da quantia inteira. Mas a melhora também tem relação com as oportunidades criadas pelas montadoras”, diz Braga.

O especialista explica que a alternativa de financiamento que tem crescido mais tem relação com aquelas operações em que é dado um grande percentual de entrada na compra do carro zero quilômetro. Nesses casos, as montadoras oferecem as melhores condições para os consumidores quitarem o saldo devedor.

 “Na maioria das situações, o proprietário consegue juros zero quando dá uma entrada superior a 50% do valor total do automóvel. Com isso, o saldo restante pode ser divido, por exemplo, em até 36 vezes sem juros”, explica o diretor da área comercial da Real Veículos, Renato Maia.

Boulevard Shopping Car oferece opções de usados

Acompanhando o crescimento nas vendas dos novos, a negociação de veículos usados, aqueles com mais de quatro anos, segue gerando bons resultados. De janeiro a abril, a alta foi de 5% em relação ao mesmo período de 2017. Foram vendidos 3,4 milhões, segundo a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). Contudo, a ‘faixa etária’ mais vendida nos últimos dois anos, a dos seminovos (até 3 anos), foi a única que caiu na comparação com o ano passado.

Os usados com 4 a 8 anos, tipos mais comercializados no acumulado deste ano, tiveram alta de 37% em relação a 2017, somando 1,8 milhão de unidades. Esses modelos também foram os mais financiados em março, seguidos pelos veículos zero km e os mais ‘velhinhos’ ou maduros (de 9 a 12 anos).

O crescimento nas vendas de veículos seminovos, apesar de tímido, segue numa tendência de crescimento. Entretanto, na hora de comprar, o ideal é fazer uma pesquisa e visitar mais de um local antes de fechar negócio. Alguns pontos de venda, como o Boulevard Shopping Car, oferecem variedade de lojas em um mesmo endereço. São mais de mil veículos expostos e cerca de dois mil metros quadrados de infraestrutura. “Todas as lojas possuem estrutura com ar-condicionado para garantir conforto aos clientes que procuram seu automóvel”, explica Ivan Oliveira, diretor do Boulevard.

Fonte: www.fenabrave.org.br

Compartilhe

2018 - Fortbras - Todos os direitos reservados Fortbras